Hong Kong

hongkong2
Apesar de pertencer à China, Hong Kong mantém uma grande autonomia, devido à sua condição de ex-território britânico. A concentração de pessoas é ainda maior que em Singapura.  O único remédio é construir em altura, por isso os arranha-céus estão por todo o lado. Pontualmente, às oito da noite, milhares de pessoas assistem todos os dias ao espetáculo Symphony of Lights, nos passeios marítimos de ambos os lados do Victoria Harbour (foto). Circulando por aí podemos ouvir línguas de viajantes vindos de todas as partes do globo. Eles são a prova de que Hong Kong é, hoje mais do que nunca, uma das cidades mais cosmopolitas do mundo.